Telma, um exemplo de superação e otimismo | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Telma, um exemplo de superação e otimismo

Telma, um exemplo de superação e otimismo

Telma 1

A patrulhense Telma Oliveira com 29 anos descobriu em outubro de 2018 um linfoma, e desde então passou a desenvolver no Hospital Santa Rita, em Porto Alegre, uma luta sem tréguas buscando sua recuperação. Esta entrevista mostra um verdadeiro exemplo para todos de que com otimismo e sorriso no rosto há 50% de chances de contornar uma doença.

Folha Patrulhense: Qual o sintoma que te fez perceber que estava com câncer?
Telma Oliveira: O meu primeiro sintoma foi encontrar um nódulo na região do tórax.

Folha: Como foi receber a notícia do diagnóstico?
Telma: Foi o pior dia da minha vida, fiquei sem chão, pensei que meu mundo estava acabando.
Folha: Como está sendo o tratamento?
Telma: O tratamento Graças a Deus está dando resultado. É um tratamento muito longo, onde serão 5 ciclos, agora estou no terceiro ciclo. Fico entorno de 1 mês no hospital e de 1 a 2 semanas em casa.

Folha: De onde está buscando forças para seguir o tratamento?
Telma: A força vem de Deus, vem da vontade de viver, de realizar meus sonhos, de ser mãe, da minha família que está o tempo todo comigo, do meu grande amor Mickael, dos meus queridos amigos que são tantos, dos meus afilhados.

Folha: Como foi para ti ver que inúmeras pessoas de nossa cidade estão te apoiando neste momento tão delicado?
Telma: Desde quando descobri a minha doença, venho recebendo muito carinho. Na segunda-feira (04/02), dia Mundial do Câncer, o Facebook e o Instagram me deixaram muito emocionada, foi um dia lindo, fantástico. Um sentimento de amor, de carinho, união, um gesto simples mais com um significado enorme. Foi prazeroso sentir o carinho e admiração das pessoas.

Folha: Sobre o Book, qual foi a mensagem que tentastes passar com as fotos?
O Book foi um presente especial de uma amiga e maquiadora Aline Costa com a parceria do Édipo Mattos. Foi uma manhã de fotos que me fortaleceu muito. Aonde pude mostrar que o câncer por mais difícil que seja, você pode colocar um sorrisão no rosto, podemos nos maquiar e não podemos desanimar, levantar a cabeça e seguir a caminhada firme e forte.

Folha: Deixe uma mensagem para todas as pessoas que passam por esta situação, para que elas não desanimem neste momento de luta.
Telma: No início agente acha que tudo está perdido, que não vamos conseguir, que a vida não tem sentido. Mas temos que ter Deus no coração e muita fé, ter calma, paciência e viver um dia de cada vez. Jamais perder a vontade de viver. Temos dias horríveis, mas temos dias de alegrias. Só ter calma que conseguimos a vitória.
Gostaria de agradecer o carinho de todos que rezam e me transmitem energias positivas, que me visitam, me mandam mensagens. Aos meus amigos e familiares que desde o início, fazem uma escala para não me deixar sozinha. Logo, logo tudo isso irá passar e irei voltar à Telma de sempre.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *