Santa Casa promove palestra conscientizando sobre doação de órgãos | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Santa Casa promove palestra conscientizando sobre doação de órgãos

Santa Casa promove palestra conscientizando sobre doação de órgãos

Santa Casa promove palestra 2

A doação de órgãos tem sido uma das principais preocupações dos cirurgiões no momento de realização de um transplante. A Santa Casa de Misericórdia realiza uma ampla campanha de conscientização para que as pessoas abracem esta causa tão importante para o prosseguimento da vida.
Para tanto, o tema Doação de Órgãos foi abordado em importante reunião realizada no dia 26 de setembro, no auditório do Hospital Santa Casa/Santo Antônio pela médica Dra. Maria Lúcia Zanotelli, que integra a equipe de transplante hepático daquele hospital. O evento que reuniu profissionais da Saúde, contou com a presença do Super Doador, mascote da instituição, tendo sido aberto pelo administrador do hospital local Maurício Fogaça. A médica esteve acompanhada da gerente do Hospital Dom Vicente Scherer Leila Jaggi, que também reforçou a importância da doação de órgãos, especialmente quanto ao fígado, onde tem ocorrido o maior problema.
Esse ato de solidariedade é fundamental para que possa acontecer o procedimento cirúrgico que possibilitará à pessoa necessitada, a oportunidade de prosseguir normalmente com sua vida. Explica a Dra. Maria Lúcia, que a taxa de recusa familiar no Estado é a mais alta do Sul do país. Esclarece a palestrante que, enquanto em Santa Catarina esse percentual se situa em torno de 25% e em Santa Catarina 33%, no Rio Grande do Sul ela atinge 43%. Por isso, é fundamental que o potencial doador comunique aos seus familiares o seu desejo para que, quando esse procedimento tiver que acontecer, os parentes estejam cientificados de que essa foi a intenção deixada expressa pelo seu familiar.
O mês de setembro é o período de maior conscientização sobre a importância da doação de órgãos, e a Santa Casa, por ser referência estadual e nacional na realização de transplantes, abraça essa causa de tamanha importância para a sociedade.
Você sabia?
Mais de 30 mil pessoas estão na lista de espera por um órgão no país;
8 pessoas podem ser salvas com um único doador;
Mais de 40% das famílias não autorizam a doação de órgãos;
Somente a família pode autorizar a doação de órgão, portanto, falar sobre o desejo de ser doador em casa é fundamental.
Com Imprensa/Santa Casa




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *