NOVEMBRO AZUL: Prevenção do câncer de próstata é tema de Conversa com Especialista | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

NOVEMBRO AZUL: Prevenção do câncer de próstata é tema de Conversa com Especialista

NOVEMBRO AZUL:  Prevenção do câncer de próstata é tema de Conversa com Especialista

A quinta edição do projeto Conversa com Especialista, uma realização da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Santo Antônio da Patrulha – ACISAP em parceria com a Santa Casa de Misericórdia – Hospital Santo Antônio, ocorreu no dia 31 de outubro, na Sala Mara Lúcia Cardozo, Sede da Entidade. A apresentação foi feita pelo Dr. Raul Guilherme Goulart de Andrade, Urologista, que abordou várias questões relativas ao câncer de próstata como sintomas, diagnóstico, tratamento, recomendações e, principalmente, a importância da prevenção e do diagnóstico precoce.
O médico destacou a importância dos exames de prevenção e passou algumas orientações ao público masculino. “No caso da próstata, há necessidade de fazer os dois exames: PSA e toque. O toque ainda é um tabu para muitos homens, mas é preciso superar essa questão. É esse exame que permite ao médico identificar eventuais alterações na próstata. Quanto mais cedo descobrir a doença, melhor”, explicou.
O câncer de próstata permanece como a neoplasia sólida mais comum e a segunda maior causa de óbito oncológico no sexo masculino. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), estão estimados 68.220 novos casos em 2018 no Brasil, constituindo o segundo tipo de câncer mais incidente nos homens (após câncer de pele não melanoma) em todas as regiões do país.
Apesar dos avanços terapêuticos, cerca de 25% dos pacientes com câncer de próstata ainda morrem devido à doença. Atualmente, cerca de 20% ainda são diagnosticados em estágios avançados, embora um declínio importante tenha ocorrido nas últimas décadas em decorrência, principalmente, de políticas de rastreamento da doença e maior conscientização da população masculina. Em contraponto, por meio do diagnóstico precoce, as chances de cura são de 90%.
Estima-se, para o Brasil, biênio 2018-2019, a ocorrência de 600 mil casos novos de câncer, para cada ano. Os cânceres de próstata (68 mil) em homens e mama (60 mil) em mulheres serão os mais frequentes. O câncer mais incidente nos homens será o de próstata (31,7%), o que, nas mulheres, será o câncer de mama (29,5%).

Recomendações
* Homens sem risco maior de desenvolver câncer de próstata devem começar a fazer os exames preventivos aos 50 anos;
* Descendentes de negros ou homens com parentes de primeiro grau portadores de câncer de próstata apresentam risco mais elevado de desenvolver a doença; portanto, devem começar a fazer os exames aos 45 anos;
* Optar por uma alimentação balanceada e praticar exercícios físicos regularmente são recomendações importantes para prevenir a doença.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *