Movimento Patrulhense Pró-Asfalto SAP/Caraá se reúne na Câmara e elege líderes | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Movimento Patrulhense Pró-Asfalto SAP/Caraá se reúne na Câmara e elege líderes

Movimento Patrulhense Pró-Asfalto SAP/Caraá se reúne na Câmara e elege líderes

Aconteceu na noite de terça-feira, 12, na Câmara Municipal, a segunda reunião da comissão de moradores das comunidades do trecho patrulhense abrangido pelas obras de asfaltamento da rodovia SAP/Caraá.
Participaram do encontro vereadores patrulhenses, engenheiros representantes da empresa Conterra, responsável pelas obras de asfaltamento, Diretoria de Trânsito da Secretaria de Obras de SAP e três representantes do Movimento Caraense, liderados pelo professor Telmo Gomes, além da recente comissão patrulhense pró-asfalto.
Além da necessidade de manutenção da união em prol da continuidade das obras, o plenário deliberou pela importância de ajuste do projeto de modo que seja contemplada a segurança viária da rodovia, com instalação de recuos de acostamentos e paradas de ônibus.
Ao final, a comissão patrulhense pró-asfalto SAP/Caraá escolheu três líderes para representarem o movimento: Darci Jacoby (Arroio do Carvalho), Arceno Krech de Andrade (Ribeirão) e Benites Dutra (Arroio do Carvalho).
Em 30 de janeiro deste ano, sob liderança do Parlamento Municipal, foi criada uma comissão patrulhense de moradores, a exemplo do movimento já existente em Caraá. Ainda no mês passado, uma reunião foi realizada em Porto Alegre, com o novo secretário de Transportes do Estado, com o objetivo de cobrar a continuidade da obra. Na ocasião, o titular da pasta, Juvir Costella, disse que a rodovia que corta os dois municípios era prioridade. Para se somar aos movimentos populares, o Presidente da Câmara, no começo de janeiro, criou uma comissão temporária parlamentar de acompanhamento da obra, composta pelos parlamentares Charlis, André, Samuel, Eronita e Valtair.
“Novos encontros no Estado serão feitos. A mobilização não vai parar”, disse Massulo, Presidente da Câmara de SAP.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *