Potencialidades turísticas e aplicativo TimeBus em pauta no Codes | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Potencialidades turísticas e aplicativo TimeBus em pauta no Codes

Potencialidades turísticas e aplicativo TimeBus em pauta no Codes

A penúltima reunião de 2017 do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social aconteceu ontem, no auditório da Dana. No encontro, o colegiado apreciou temas em destaque no município, como a segurança, as potencialidades turísticas da cidade, o desenvolvimento urbano municipal e o aplicativo TimeBus.
O destaque do presidente do Codes, prefeito Marco Alba, foi o reforço na segurança da cidade solicitado ao governo do Estado para resgatar a sensação de segurança para a comunidade. “Nosso objetivo é devolver a paz e a tranqüilidade às pessoas de bem, para que os inocentes não sejam atingidos por essa lógica criminalidade”, disse o prefeito. A primeira pauta do dia foi “O Turismo como estratégia de desenvolvimento”, conduzida pelo assessor especial da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Iuri Camargo. “O projeto tem como meta transformar Gravataí em destino, fazendo do turismo – em seus diversos eixos – um elemento fundamental neste processo”, disse o assessor. Ainda, segundo ele, “o turismo colabora com o desenvolvimento socioeconômico, gera emprego, renda, fortalece a identidade local, e preserva os bens patrimoniais e a natureza”. Gravataí neste sentido é geograficamente privilegiada, sendo o município com maior potencial turístico da região. Está situado a menos de 30 KM da capital, possui um aeroporto internacional em suas proximidades, e detém um relevo similar ao da serra gaúcha, da qual a distância do município é a mesma que o litoral gaúcho, em sentidos opostos. “Queremos incentivar o turismo rural com a pavimentação da Estrada Arthur José Soares, criando uma rota alternativa à serra, que é regada a diversas paisagens naturais. O turismo industrial também é outro ponto a ser explorando, já que Gravataí é sede do maior polo metalmecânico do sul do país”, acrescentou.
O segundo painel do encontro foi sobre o aplicativo TimeBus, conduzido pelo secretário de Mobilidade Urbana, Alison Silva. O instrumento integra a rede de monitoramento da frota do transporte coletivo de Gravataí, composta por 71 ônibus que fazem 240 linhas. “É uma excelente ferramenta para o passageiro, já que através do TimeBus ele pode acompanhar onde seu ônibus está, qual o percurso que ele faz, quanto tempo levará para chegar até a parada, enfim, uma série de opções”, disse. Além disso, na Centro de Controle Operacional instalada na SEMURB, é possível fiscalizar as rotas, horários, velocidade dos ônibus e quilometragem que os veículos fazem, qualificando muito mais o serviço.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *