Suspeito de matar cunhada é preso em Cruz Alta | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Suspeito de matar cunhada é preso em Cruz Alta

Suspeito de matar cunhada é preso em Cruz Alta

Até o momento, o único suspeito de ter matado a cunhada Elaine Silva da Silva, 52 anos, Evandro Ferreira, 42 anos, foi preso na tarde de sábado em uma pousada de Cruz Alta, no noroeste do Estado. Segundo a Polícia, ele foi localizado após denúncia anônima. Para se hospedar no local, Ferreira se identificou com o nome de Evandro Ferraz e informou ser morador do município de Soledade. De acordo com dados do hotel, o suspeito se hospedou às 5h da manhã de sexta-feira e não saiu do quarto até ser localizado por agentes da Polícia Civil. No momento da abordagem, ele, que apresentava sinais de embriaguez e escoriações nos braços, portava uma faca e tentou investir contra os policiais, mas foi rapidamente imobilizado. Com a prisão, além de esclarecer a motivação do crime, a polícia quer saber onde Elaine foi morta. São três possibilidades: em casa, em Cachoeirinha, no motel onde o suspeito esteve depois do sumiço dos dois, também em Cachoeirinha, ou no próprio local em que o corpo foi encontrado, em Morungava.

Foto: Jonas Campos

Foto: Jonas Campos

Corpo de Elaine foi encontrado na quinta

Como acontecia diariamente, Evandro daria carona para Elaine até o trabalho dela, uma revenda de automóveis em Cachoeirinha, localizada a cerca de dois quilômetros da residência dos dois, e, em seguida, seguiria para um curso profissionalizante, em Gravataí.
No entanto, na manhã da última terça-feira, 11 de setembro, pouco depois das 9h, a empresa onde Elaine trabalhava por 20 anos informou aos familiares que ela não havia comparecido. Desde então, os dois passaram a ser procurados por familiares e pela polícia.

Investigação
Imagens obtidas pela família mostram o momento em que o veículo de Evandro saiu do pátio da residência, em Cachoeirinha. A mulher não aparece nessa imagem. Investigações revelam que após sair de casa, Evandro esteve por cerca de uma hora em um motel da cidade.
Ao sair do local, aparentemente sozinho, informou a funcionárias do estabelecimento que a mulher que aguardava não havia chegado. No entanto, uma camareira disse aos agentes que o quarto estava desarrumado, com indícios de que havia sido usado “por mais de uma pessoa”.
Na tarde da última quinta-feira, 13 de setembro, o corpo de Elaine foi encontrado próximo ao carro de Ferreira, um Siena Vermelho, em Morungava. Com informações de GauchaZH.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *