Sonhando alto | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Sonhando alto

Sonhando alto
Skatista de Gravataí está em busca do sonho de participar das Olimpíadas de 2020. | Foto: Rodrigo Cassol/JG 

Depois de um 2018 com a conquista do título gaúcho de skate e do terceiro lugar no Campeonato Brasileiro, ambos na modalidade Street, o atleta Ygor Picolino, de 21 anos, está em busca de um objetivo maior: a disputa das Olimpíadas de Tóquio, em 2020. Para isso, um bom desempenho do gravataiense em sua próxima disputa, o Oi STU Open, no Rio de Janeiro, será fundamental. “Foram as conquistas mais importantes da minha carreira. O terceiro lugar no Brasileiro me deu uma vaga nesse campeonato, que é disputado também por profissionais. No final do próximo ano, caso eu tenha ido bem no STU, poderei ter a oportunidade de entrar para a seleção brasileira de skate”, contou Ygor nesta quarta-feira. O torneio será disputado em março de 2019.

Há alguns meses, disputar uma Olimpíada era apenas um sonho distante para Ygor. Porém, após os resultados recentes, o atleta afirma que o desejo não está mais tão longe. “Já considero como uma possibilidade. Sei o tamanho da responsabilidade e quero chegar no STU pronto para a disputa”, disse o atleta. Há cerca de dois meses, o jovem teve de diminuir o tempo dos treinamentos, pois sua mãe descobriu que está com leucemia. “Tenho que cuidar dela. Também tenho alguns afazeres de casa que são necessários. Eu começo a treinar somente depois das 17h, que é quando meu pai chega do trabalho”, explicou o atleta, que treina diariamente por cerca de três horas. Além da preparação nas pistas, Ygor também está estudando a língua inglesa. “O idioma será muito importante para a minha carreira”, contou.

Em 2020, o esporte de Skateboarding fará sua estreia nas Olimpíadas. De acordo com o site oficial da competição, haverá duas modalidades de disputa para o esporte em Tóquio: Street e Park. O torneiro será disputado nas categorias masculina e feminina. Os jogos ocorrerão entre os dias 24 de julho e 9 de agosto. “A entrada do skate nas Olimpíadas é muito importante, pois vai mostrar ainda mais a verdadeira cultura desse esporte”, comemorou Picolino.

O início

A paixão de Ygor pelo skate surgiu aos sete anos, quando ele via no irmão, João Alberto Pimentel Pereira, uma inspiração. “Conheci através dele, e foi amor à primeira vista. Eu ficava olhando ele andar, e queria fazer igual – mas só andava quando ele não queria mais”, relatou. O primeiro skate, porém, veio aos oito anos. “Pedi para a minha avó e ela me deu. A partir disso, não parei mais”, contou.

Além de referência para Ygor, o irmão, que faleceu há quatro anos, dá nome à pista de skate localizada no bairro Bom Sucesso. “O João Mask, como ele era conhecido, era um ativista do skate e da cultura na região. Quando a prefeitura inaugurou este espaço, fomos chamados para uma homenagem, pois sabiam da importância dele para o esporte da cidade”, contou o jovem.

Referências no esporte

Além do irmão, Ygor tem outros ídolos quando o assunto é o skate. “Para citar apenas os mais próximos, eu gosto muito do João Lucas, de Cachoeirinha, que está em Los Angeles, nos EUA, vivendo o sonho do skate. Ele me inspira muito. Também tenho admiração pelo Luan de Oliveira, de Porto Alegre, e do Carlos Ribeiro, de Novo Hamburgo, que são inspirações para mim”, lembrou.

O skate e a função social

Para Picolino, o esporte tem um papel muito importante em sua formação como cidadão. “Se não fosse o skate, eu não saberia quem eu sou. Eu olho para trás e vejo um grande ponto de interrogação sobre a minha vida caso eu não tivesse esse contato com o esporte. Através do skate, eu tenho uma qualidade de vida maior e tento trazer algo de positivo para as pessoas que apreciam esse esporte”, contou. Sobre algum tipo de preconceito com os skatistas, Ygor disse que isso ficou para trás. “Hoje em dia essa questão já não é mais como antigamente. Agora, as pessoas buscam se inteirar sobre o assunto – inclusive os mais velhos”, garantiu o atleta.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *