Pirelli | Justiça aprova Plano de Demissões Incentivadas na unidade de Gravataí | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Pirelli | Justiça aprova Plano de Demissões Incentivadas na unidade de Gravataí

Pirelli | Justiça aprova Plano de Demissões Incentivadas na unidade de Gravataí

Reunião de conciliação ocorreu na última sexta-feira, em Porto Alegre. | Foto: Inácio do Canto/TRT

Acordo firmado entre a empresa e o sindicato da categoria prevê, entre outras coisas, a garantia do emprego até 31 de maio de 2020.

O Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT-RS) homologou na última sexta-feira (6) um acordo entre a empresa Pirelli e o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Artefatos de Borracha de Gravataí (Stiab) que estabelece um Plano de Demissões Incentivadas (PDI), de adesão voluntária, para os trabalhadores da unidade localizada no município. 

De acordo com o TRT-RS, os trabalhadores que aderirem ao Plano terão direito a receber uma indenização, além das verbas rescisórias previstas em lei. Ainda conforme o órgão, o PDI também prevê a garantia de emprego aos funcionários até o dia 31 de maio de 2020, um plano de assistência médica por seis meses – a partir do encerramento do contrato de trabalho – e “medidas de auxílio à recolocação profissional”. 

Iniciada em maio, a negociação entre a empresa e o Sindicato contou com “diversas reuniões”, diz o TRT-RS. “A proposta do PDI foi apresentada em uma assembleia geral promovida pelo Sindicato, no dia 30 de agosto, que contou com a participação de 746 trabalhadores e foi aprovada pela ampla maioria dos presentes, recebendo apenas cinco votos contrários”, sustenta o órgão.

Até a última sexta, 615 trabalhadores já haviam registrado formalmente sua adesão ao PDI. Os trabalhadores podem manifestar o interesse em aderir ao Plano até às 18h do próximo dia 24, na sede do Stiab (Rua Treze de Maio, 790, bairro Barnabé). Segundo o próprio TRT-RS, a expectativa da unidade de Gravataí é encerrar suas atividades em 2021. Atualmente, a unidade da Pirelli na Aldeia possui cerca de 850 trabalhadores ativos.

“Este acordo foi muito significativo por sua amplitude. Passamos meses envolvidos nas negociações, com dificuldades para chegar a um consenso entre os interesses, mas acredito que o resultado foi valioso. Pelo número de adesões, sentimos que ele contentou a grande maioria dos trabalhadores”, avaliou o presidente do Sindicato, Flávio de Quadros, à imprensa do TRT-RS. A reportagem do Grupo 2M tentou contato com o sindicalista durante a tarde desta quinta, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição.

Em maio deste ano, a Pirelli anunciou a intenção de fechar a unidade da Aldeia. Segundo informações do site Uol publicadas na época, a empresa vai reorganizar suas unidades locais em virtude da “situação difícil do mercado, com a consequente subutilização das fábricas”. Além disso, o site informou que, até meados de 2021, toda a produção de pneus para motos feita na cidade será transferida para Campinas, em São Paulo.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *