Lançada a pedra fundamental de escola no Breno Garcia | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Lançada a pedra fundamental de escola no Breno Garcia

Lançada a pedra fundamental de escola no Breno Garcia

A Prefeitura de Gravataí lançou nesta terça-feira, 3 de dezembro, às 9h, a pedra fundamental da primeira escola municipal de ensino fundamental (Emef) do Residencial Breno Garcia, na parada 103 da ERS-030. A instituição de ensino levará o nome de Suely Silveira Soares, e atenderá crianças, adolescentes e adultos em nível de Educação Infantil, Ensino Fundamental e ainda na modalidade da Educação de Jovens e Adultos (EJA), do maior empreendimento de moradia popular da região Sul do Brasil e suas adjacências.

A Emef Suely Silveira Soares é o primeiro equipamento público de Ensino Fundamental instalado no residencial, que conta com 2.025 famílias moradoras. Uma vez instalada, ela atenderá crianças e alunos a partir dos quatro anos de idade, ofertando pré-escola, Ensino Fundamental regular e EJA. O objetivo é oportunizar uma educação de qualidade e sem precedentes naquela região, bem como o aumento do elenco dos direitos protegidos para milhares de famílias de Gravataí que outrora moravam em áreas de risco.

No lançamento, o prefeito Marco Alba explicou os motivos de se ter escolhido o nome da sua mãe, Suely Silveira Soares, para a nova escola. “A busca pelo nome foi feita de acordo com a representatividade da maioria das pessoas que aqui moram e que receberam a titularidade dos imóveis, que são mulheres chefes de família.” Ele lembrou que assim como hoje, enfrentando preconceitos, sua mãe se privou de diversas atividades para criar e educar os filhos, dando-lhes boas oportunidades.

Assim foi Suely Silveira Soares, moradora e filha desta cidade, que se viu sozinha precisando criar e cuidar dos seus dois filhos Cláudio e Marco Alba. “São inúmeras as mulheres que como a minha mãe Suely, buscam exatamente o mesmo objetivo: criar e possibilitar aos filhos o acesso à Educação para que possam construir suas vidas com as condições necessárias para serem felizes. Foi identificando as ações da minha mãe nas tantas Marias, Anas e até Suelys do Residencial Breno Garcia, que me veio a ideia de homenageá-la e a deixar para sempre marcada na história da educação da cidade”, afirma o prefeito Marco Alba. Ele ainda ressaltou que educar é um dos atos de amor que mais exemplificam o amor ao próximo e tão bem executado pela maioria das mães. “Construímos esta escola, como as de educação infantil. não só aqui no Breno, como em outros locais da cidade, mostrando que trilhamos o caminho certo, damos respostas e entregamos serviços à comunidade.”

A secretária Municipal de Educação (Smed) Sonia Oliveira lembrou das centenas de crianças que são transportadas todos os dias do Residencial Breno Garcia para escolas da região, que serão beneficiadas pela construção. “Esta será uma escola modelo e que muito irá nos orgulhar.”
O presidente da Câmara, Clebes Mendes, lembrou do seu orgulho de fazer parte e da importância da base do governo no legislativo municipal. “A Câmara tem papel fundamental neste processo e em muitos outros benefícios que o governo Marco Alba entrega, pois aprova os projetos que os viabilizam.”

Cápsula do tempo
Na cerimônia de início da obra, que tem previsão de duração de um ano e o custo de R$ 4 milhões, oriundos de um financiamento que o município fez junto a Caixa Econômica Federal, foi também feita uma cápsula do tempo, onde foram depositados, uma camiseta do atual uniforme entregue a todos os alunos da rede pública municipal, assim como um caderno, que representou o kit escolar que hoje também beneficia toda a rede. Alunos de escolas da região, que serão alunos das primeiras turmas da Emef Suely Silveira Soares por morarem no residencial Breno Garcia também escreveram desejos para a nova escola, como foi o caso da menina de 8 anos, Miriã Figueiredo, aluna do segundo ano da Emef Breno Jardim Garcia, localizada no Passo da Caveira. “Eu escrevi que quero que a escola seja boa, tenha bastante alunos e bastante professores. Que seja colorida e divertida e que a gente aprenda muito”, contou a pequena.

Assim como esta aluna, o prefeito Marco Alba e a secretária Sonia Oliveira depositaram suas mensagens para a nova escola, uma lista dos cerca de 500 alunos que todos os dias sãos transportados do Residencial Breno Garcia para outras escolas também foi depositada, um exemplar do Jornal de Gravataí e do Correio Gravataí, que traziam matéria sobre a escola, assim como um breve histórico de Suely Silveira Soares também foi colocado.

A cápsula foi cadeada pelo prefeito e assim que o prédio ficar pronto, será colocada na recepção, para que seja aberta daqui 20 anos.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *