Cachoeirinha | Em seis meses, gasto com diárias da Câmara de Vereadores já supera valor do ano passado | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Cachoeirinha | Em seis meses, gasto com diárias da Câmara de Vereadores já supera valor do ano passado

Cachoeirinha | Em seis meses, gasto com diárias da Câmara de Vereadores já supera valor do ano passado
Presidente do Legislativo diz que viagens trazem recursos para o município. | Foto: Câmara de Vereadores de Cachoeirinha/ Divulgação 

Entre janeiro e junho deste ano, a Câmara de Vereadores de Cachoeirinha gastou R$ 37.828,96 em diárias de viagens. Em todo o ano passado, o valor gasto foi de R$ 24.370,58. Apesar de o período analisado neste ano ser mais curto, os números representam um aumento de 55,22% quando comparados com 2017. Os dados estão disponíveis no Portal da Transparência da Câmara de Vereadores do município e foram consultados na tarde desta terça-feira.

Nos primeiros seis meses deste ano, os maiores gastos foram do vereador Joaquim Fortunato da Silva (PSB), totalizando R$ 6.547,32. As duas viagens do parlamentar foram para Brasília (DF) e tiveram o valor de R$ 3.273,66. A primeira delas, em fevereiro, foi em busca de emendas parlamentares. Já o segundo compromisso, ocorrido em abril, foi para a participação na IV Mobilização Nacional de Vereadores.

Para o atual presidente da Câmara de Cachoeirinha, Rubens Otávio (MDB), o aumento nos valores com as diárias representa uma maior obtenção de recursos para o município. “No ano passado inteiro, não alcançamos R$ 1 milhão em emendas parlamentares conquistadas para a cidade. Em contrapartida, somente neste ano, já estamos próximos de triplicar esse valor”, explicou o chefe do Legislativo. Segundo ele, muitas vezes os gastos com diárias são distorcidos por parte da sociedade.

Cientista política diz que viagens de vereadores são importantes

De acordo com a cientista política Arlete Arruda, as diárias de viagens dos vereadores são importantes para o desempenho das atividades dos parlamentares. “Entre as funções que eles podem desempenhar nas viagens, está a fiscalização dos recursos obtidos pelos deputados federais das suas regiões e a participação em fóruns e cursos. Muitas vezes, os vereadores são inibidos dessas viagens devido a um policiamento que se faz em cima disso”, disse a professora da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra). Entretanto, Arlete afirma que é necessário ter um equilíbrio neste tipo de despesa.

Após ser ‘campeã de gastos’, Câmara de Gravataí reduz despesas

Um levantamento realizado pelo jornal Diário Gaúcho entre janeiro de 2013 e junho de 2016 apontou que a Câmara de Vereadores de Gravataí registrou gastos com diárias de viagens superiores a R$ 715 mil. Conforme o estudo, o valor era maior do que o dinheiro gasto para esta finalidade na Câmara de Vereadores de São Paulo, a maior do país, no mesmo período. Entretanto, o valor foi diminuído para R$ 2.106,85 em 2017. Neste ano, não existem registros de gastos com diárias até o momento.

O presidente da Câmara de Vereadores da Aldeia no ano passado, Nadir Rocha (MDB), disse que não houve nenhuma ação especial para a redução no valor. “Nós cortamos algumas despesas, como viagens para cursos. Precisávamos diminuir os gastos, porque se trata de dinheiro público”, contou.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *