Em oito meses, homicídios diminuem em mais de 59% em Gravataí | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Em oito meses, homicídios diminuem em mais de 59% em Gravataí

Em oito meses, homicídios diminuem em mais de 59% em Gravataí

No mesmo período, Cachoeirinha registrou uma redução de 57% no mesmo indicador.

O número de vítimas de homicídio em Gravataí diminuiu em 59,81% nos oito primeiros meses deste ano, quando comparado com o mesmo período de 2017. De janeiro a agosto de 2018, 43 crimes deste tipo foram registrados na Aldeia, contra 107 no ano passado. Os dados foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul (SSP-RS) na última sexta-feira.

Os meses menos violentos deste ano foram abril, julho e agosto, com três casos registrados. Já o mês de março é o mais violento, com 11 ocorrências de homicídio. No mesmo período do ano passado, Gravataí chegou a registrar 19 homicídios no mês de junho.

Outro indicador que teve redução é o latrocínio – que é o roubo seguido de morte. Os casos passaram de cinco, nos oito primeiros meses do ano passado, para quatro casos registrados em 2018. Já o número de furtos registrou diminuição de 12,5%. Neste ano, 1540 ocorrências foram registradas, enquanto que 1760 casos foram contabilizados nos oito primeiros meses do ano passado.

Para o secretário de Assuntos de Segurança Pública de Gravataí, coronel Flávio Lopes, não há uma causa específica para a diminuição no número de homicídios. “É um conjunto de medidas adotadas tanto pelo governo do Estado quanto pela administração do município. Desde o fatídico mês de setembro do ano passado, a Polícia Militar vem atuando de maneira mais forte, fazendo operações e encaminhando os criminosos ao sistema prisional. A nova Central de Videomonitoramento da Guarda Municipal, inaugurada em maio, também tem nos auxiliado”, explicou o coronel.

Em setembro de 2017, 25 homicídios foram registrados na cidade. Em outubro do mesmo ano, Gravataí recebeu o reforço de mais de 80 policiais militares, que foram designados para conter a onda de violência que tomou conta do município em 2017.

Redução de 57% em Cachoeirinha

Em Cachoeirinha, o número de homicídios diminuiu em 57,89%. De janeiro a agosto deste ano, foram registrados 16 crimes deste tipo. Já nos oito primeiros meses do ano passado, 38 casos foram contabilizados na cidade. Os meses de fevereiro, março, maio e julho registraram um homicídio cada. O mês mais violento foi junho, com cinco mortes. No ano passado, nove casos foram registrados apenas no mês de março.

Em relação aos latrocínios, o município registrou apenas um caso – repetindo o mesmo período do ano passado. O número de furtos na cidade também diminuiu, passando de 980, em 2017, para 889, neste ano. Os demais indicadores criminais de Gravataí e de Cachoeirinha podem ser consultados no site da SSP-RS.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *