De volta para casa | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

De volta para casa

De volta para casa

Cerca de 300 torcedores acompanharam a partida. | Fotos: Rodrigo Cassol/ Jornal de Gravataí

Na reestreia do Cerâmica em competições oficiais diante de seu torcedor, a equipe venceu o Rio Grande por 1×0 pela Copa sub-19. 

O sábado marcou o reencontro do Cerâmica Atlético Clube com o município de Gravataí. Após cerca quatro anos sem atuar na cidade em uma competição oficial, a equipe sub-19 venceu o Sport Club Rio Grande por 1×0, no Estádio Antônio Vieira Ramos, o Vieirão, em jogo válido pela fase de grupos da Copa da Federação Gaúcha de Futebol (FGF). Com o resultado, o tricolor de Gravataí subiu para o 4° lugar, com 4 pontos, entrando na zona de classificação para a próxima fase do torneio.

O jogo

Precisando dar uma resposta após a goleada de 6×0 sofrida para o Novo Hamburgo, na última quarta-feira, o Cerâmica iniciou o jogo indo para cima do adversário. Logo aos dois minutos, após falha da zaga do time de Rio Grande, o Cerâmica chegou com perigo, obrigando o goleiro da equipe da zona Sul do Estado a fazer uma grande defesa com o pé – cara a cara com o atacante ceramista. A pressão do time da casa continuou e, aos quatro minutos, o Cerâmica chegou novamente ao ataque – dessa vez, a zaga afastou.

A partir de então, o Rio Grande começou a levar perigo ao gol defendido pelo goleiro Jorge André. Aos nove minutos, a equipe teve falta próxima a área. A cobrança, contudo, foi na barreira. Um minuto depois, em nova cobrança de falta, o atacante do Rio Grande colocou a bola pela linha de fundo, levando perigo ao gol ceramista. A pressão dos visitantes continuou e, aos 25 minutos, a equipe quase abriu o marcador após cobrança de escanteio.

Apesar da pressão do Rio Grande, foi o Cerâmica que abriu o marcador. Após receber um passe pela ponta direita do campo de ataque, o jogador Alisson Luiz driblou o marcador e partiu em direção ao gol, tocando a bola na saída do goleiro adversário. Após o gol, o Rio Grande seguiu pressionando, mas sem nenhuma chance clara de gol.

Segundo tempo

Na segunda etapa da partida, o time do Rio Grande foi com tudo para cima do Cerâmica. Logo aos dois minutos, a equipe quase empatou o jogo após cobrança de escanteio. A pressão continuou e, aos nove minutos, após chute de fora da área, a bola bateu na trave do gol do Cerâmica e, logo após, foi para escanteio. Aos 14 minutos, após a bola ser levantada na área do Cerâmica, o jogador do Rio Grande deu uma meia bicicleta na pequena área, mas a bola foi para fora.

O Cerâmica, que apenas se defendia, começava a ganhar tempo em cada momento em que o jogo parava. Em uma de suas poucas chances no segundo tempo, a bola foi levantada para a área após cobrança de falta, mas sem perigo para o time de Rio Grande. A pressão dos visitantes seguiu até o final do jogo, mas sem sucesso.

O Cerâmica iniciou a partida com a seguinte formação: Jorge André, Anderson, Sérgio, Thiago e Bryan; Simas, Kito, Bruninho e Alisson; João Victor e Rafa.

“Gravataí gosta do Cerâmica”, diz PC Magalhães

WhatsApp Image 2018-09-08 at 19.10.42

Treinador orientou a equipe na beira do gramado.

Após o término da partida, o técnico do Cerâmica, Paulo César Magalhães, analisou o reencontro da equipe com a Aldeia. “Hoje nós tivemos um público digno de Segunda Divisão. Isso prova que o município de Gravataí gosta do Cerâmica. Nós esperamos que as pessoas abram o coração e voltem a frequentar o clube. Precisamos motivar essa gurizada que está aí tentando uma sorte no meio do futebol”, disse o treinador.

Sobre a partida, Paulo César considerou o duelo como muito difícil. “Cerca de 90% do time do Rio Grande disputou a Terceira Divisão do Campeonato Gaúcho deste ano. Apesar dessa dificuldade, os nossos meninos foram muito bem na parte defensiva. Agora, vamos começar a trabalhar para melhorar ofensivamente”, finalizou Magalhães.

Reencontro com a torcida

De acordo com a administração do Cerâmica, cerca de 300 pessoas assistiram a partida no Estádio Antônio Vieira Ramos. Para o metalúrgico Alexandre Batista, de 34 anos, o retorno do clube é ótimo para a cidade. “Além de ser mais uma opção de lazer para Gravataí, a volta do Cerâmica vai incentivar a prática de esportes na cidade”, projetou.

Já o consultor comercial Sérgio Sampaio, de 55 anos, considera a volta da equipe como fantástica. “A torcida gravataiense estava carente. A prova disso é que, no primeiro jogo em casa, o público compareceu. O Cerâmica vai ajudar a divulgar o nome de Gravataí e trará investimentos para a cidade”, disse.

Próximo duelo

O Cerâmica volta a campo pela Copa sub-19 na próxima quarta-feira, às 15h. Na oportunidade, a equipe receberá o PRS, de Garibaldi, no estádio Vieirão.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *