Carnaval 2019 | Escolas de samba preparam desfile independente e participação da Onça Negra ainda é incerta | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Carnaval 2019 | Escolas de samba preparam desfile independente e participação da Onça Negra ainda é incerta

Carnaval 2019 | Escolas de samba preparam desfile independente e participação da Onça Negra ainda é incerta

Diretor de Carnaval da Acadêmicos de Gravataí disse que a decisão ainda não foi tomada. Até o momento, seis agremiações da Série Ouro confirmaram presença na festa. | Foto: Divulgação

Seis escolas de samba da Série Ouro do Carnaval de Porto Alegre, juntamente com as escolas do Grupo de Acesso e a tribo carnavalesca Os Comanches, estão organizando um desfile independente para o Carnaval de 2019. De acordo com o presidente da Imperadores do Samba, uma das agremiações confirmadas até o momento, a iniciativa ocorrerá porque as entidades não possuem apoio da prefeitura da Capital e tampouco da iniciativa privada. “Há um movimento das escolas para a realização do evento. No momento, sem os apoios necessários, estamos propondo um Carnaval possível de ser feito. Ele será simples, mas não podemos deixar de fazê-lo”, explicou Érico Leoti. Segundo ele, a festa está marcada para os dias 15 e 16 de março, no complexo do Porto Seco, em Porto Alegre.

Questionado sobre a participação da Acadêmicos de Gravataí, Érico disse que a escola já sinalizou que não irá participar da festa. Contudo, ainda não houve uma manifestação oficial. “A comunicação sobre o novo modelo do Carnaval já foi feita. Estamos no aguardo de uma manifestação da escola, que, em uma reunião interna, informou que estaria de fora desse formato de competição. Porém, a desistência ainda não foi formalizada”, explicou Leoti.

Em resposta, o diretor de Carnaval da Acadêmicos de Gravataí, Jorge Farias, disse que a decisão ainda não foi tomada. “Essa não é uma escolha fácil de fazer. O assunto ainda será debatido com a diretoria e com o conselho. Não adianta dizer que vamos participar se não tivermos os recursos necessários para isso. É importante lembrar que o evento será executado com recursos próprios”, ressaltou Farias. Segundo ele, a escola está tomando todas as medidas necessárias para dar uma resposta o mais rápido possível.

O Carnaval independente deverá ter um caráter de competição, com sete quesitos sendo avaliados. “Como não haverá recursos, o modelo proposto não terá o quesito alegoria, que requer um gasto maior”, finalizou Leoti. Além da Imperadores, as escolas da Série Ouro confirmadas até o momento são: Bambas da Orgia, Estado Maior da Restinga, Império da Zona Norte, Imperatriz Dona Leopoldina e União da Vila do IAPI.

A reportagem do Grupo 2M tentou contato com a presidente da Onça Negra, Rita Virginia Bitencourt, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição. A mesma situação ocorreu com o presidente da Liga Independente das Escolas de Samba de Porto Alegre (Liespa), Juarez Gutierres de Souza.

Desde 2017, a prefeitura de Porto Alegre suspendeu as verbas para a realização do Carnaval. Na época, o Executivo da Capital disse que o motivo era “a grave situação financeira do município”.

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *