Amanhã é o último dia para pagamento do IPTU em quota única | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Amanhã é o último dia para pagamento do IPTU em quota única

Amanhã é o último dia para pagamento do IPTU em quota única

Alguns moradores reclamam de aumento no valor do tributo. Prefeitura afirma que “cerca de 60 mil imóveis sofreram alterações em sua área construída, o que influencia no valor do imóvel e, por consequência, do IPTU”. | Foto: Internet/ Reprodução

Os gravataienses terão até esta quarta-feira para realizar o pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) em quota única, recebendo um desconto de 10% no valor. Além disso, o contribuinte que se enquadra como ‘bom pagador’ terá mais descontos se quitar o imposto até amanhã: quem pagou o tributo em dia nos últimos três anos, terá mais 10% de desconto; já o cidadão que quitou o IPTU dentro do prazo nos últimos dois anos, terá mais 7% de desconto; e quem pagou o imposto até o dia de vencimento no ano passado, terá mais 5% de desconto. Segundo a prefeitura, essa redução nos valores não incide sobre a taxa da coleta de lixo.

Para os moradores que optarem pelo parcelamento, o pagamento inicia no dia 9 de fevereiro e pode ser efetuado em até 10 vezes. Para quem não recebeu ou precisa de um novo documento, os carnês podem ser emitidos através do site da prefeitura.

Projeção de R$ 81 milhões

De acordo com o secretário municipal da Fazenda, Davi Keller Severgnini, o valor bruto total que será arrecadado com o IPTU será de R$ 81 milhões – há empresas isentas do pagamento, como a General Motors (GM), e também entidades religiosas, entre outras instituições. Desses R$ 81 milhões, cerca de R$ 54 milhões ficarão com a prefeitura. Segundo Severgnini, grande parte desse valor será usado na manutenção da cidade. “Além de ações de limpeza urbana, esses recursos também poderão ser usados em alguns investimentos próprios, como construção de creches e demais obras”, lembrou. Até esta terça-feira, 12 mil carnês foram pagos – o que representa cerca de R$ 13 milhões.

Polêmica 

Nos últimos dias, o valor do IPTU tem sido assunto em Gravataí. Muitos moradores reclamam de aumento no preço do imposto. “Vamos caminhar pelos nossos direitos”, escreveu a moradora de Gravataí Cristiane Reis em uma rede social. Na manhã desta terça-feira, foi realizado um protesto em frente à prefeitura contra o aumento do preço do IPTU.

Em nota publicada em seu site, o Executivo municipal afirma que “houve um reajuste de 7,17% do IPTU em 2018, correspondente ao IGPM-M de 2016, conforme determina a legislação”. Ainda segundo o texto, um aumento maior pode ser verificado no valor do tributo porque em 2017 “foram alcançados mais de 95 mil cadastros imobiliários do município pelo geoprocessamento, que é uma ferramenta de medição da área construída de todos os imóveis da cidade, entre outros efeitos. Destes, cerca de 60 mil sofreram alterações em sua área construída e/ou quanto aos atributos cadastrais, o que também influencia no valor venal do imóvel e, por consequência, no valor do IPTU”, diz o texto.

Segundo a prefeitura, os boletos relativos aos imóveis que sofreram alteração levam, além de fotos do imóvel, um quadro comparativo do antes e depois, para que o cidadão possa conferir os dados formadores do cálculo e tomar ciência das eventuais alterações.

Mais informações

Os cidadãos que entenderem que há incorreção nos dados devem procurar a Secretaria Municipal da Fazenda, no Centro da cidade. O local fica na Rua Dr. Luiz Bastos do Prado, 1207, e funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *