Inicia a instalação de câmeras de vigilância e Central de Videomonitoramento | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Inicia a instalação de câmeras de vigilância e Central de Videomonitoramento

Inicia a instalação de câmeras de vigilância e Central de Videomonitoramento

O compromisso da Prefeitura com a segurança, embora seja responsabilidade do Estado, foi reforçado nesta terça-feira, com o anúncio feito pelo prefeito Marco Alba da instalação de 318 câmeras de vigilância em diversos pontos da cidade, iniciando pelas escolas da rede municipal de ensino. Durante o evento, que ocorreu na EMEF Antônio Aires de Almeida, o prefeito também comunicou a implantação da Central de Videomonitoramento junto à Secretaria Municipal para Assuntos de Segurança Pública (Smasp).
Segundo o chefe do Executivo, além das escolas, receberão os equipamentos de segurança todos os postos e serviços de saúde do município, praças, cruzamentos, avenidas e locais públicos com grande circulação. As câmeras deverão auxiliar na prevenção e repressão da violência, proporcionando mais segurança aos alunos, professores, funcionários e comunidade escolar. Além da Smasp, a Secretaria da Educação também terá uma central para monitorar todas as imagens das câmeras instaladas nas 75 escolas da rede.
“Estamos superando desafios históricos, como o agudo endividamento da Prefeitura nos últimos cinco anos foram pagos mais de R$ 250 milhões de dívidas herdadas, para que possamos investir naquilo que é uma das grandes demandas da população, a segurança pública. Temos trabalhado em parceria com a Brigada Militar e Polícia Civil, mas estamos indo além, investindo em equipamentos e em novos agentes municipais, que diariamente servem a comunidade, com a Patrulha Comunitária”, afirmou Marco Alba.
As câmeras de segurança são um complemento a uma série de ações já executadas também no âmbito da Educação, que assim como a Saúde e a Assistência Social sempre foram focos da atual gestão. “Há cinco anos não havia uniformes nem modelo pedagógico, muito menos Patrulha Escolar, vigias e gradil de concreto cercando as escolas. Eram mil professores a menos na rede municipal de ensino”, observou. “Fizemos o que não existia, com menos recursos em caixa, por conta do passivo de dívidas que herdamos, em meio a maior crise econômica da histórica, mas mesmo assim investimos naquilo que é uma necessidade da população, a segurança”, concluiu.
A vice-diretora da escola, Quelen de Souza Almeida, fez um agradecimento especial em nome da escola e da comunidade.
“Ficamos extremamente satisfeitos com o cumprimento desta que foi uma promessa feita para nós e que hoje se concretiza. Esta é uma comunidade em zona de risco. Só no ano passado tivemos mais de dez episódios de roubo em nossa escola. Com as novas câmeras, alunos e professores poderão estudar muito mais tranquilos, pois estarão protegidos”, destacou. Já a secretária da Educação, Sonia Oliveira, classificou o momento como “significativo”, tanto para a proteção dos alunos, pais e professores, quanto do patrimônio público das escolas.

Trabalho com planejamento gera resultados

Em abril do ano passado, a Prefeitura anunciou a implantação de uma rede de fibra ótica de 300 km, que permite a comunicação interligada e a instalação das câmeras em prédios e áreas públicas da cidade. “Finalizada esta etapa, iniciamos a instalação das mais 300 câmeras de segurança com captação de imagens 24 horas por dia, em alta definição. Todos esses equipamentos funcionarão interligados e serão supervisionados através da Central de Videomonitoramento”, reiterou o prefeito Marco Alba.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *