Vacinação contra a gripe começa no dia 10 de abril | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Vacinação contra a gripe começa no dia 10 de abril

Vacinação contra a gripe começa no dia 10 de abril

Inicialmente, Campanha será direcionada a crianças e gestantes. Demais grupos serão contemplados a partir do dia 22. | Foto: PMG/Divulgação

A Campanha de Vacinação Contra a Gripe começará mais cedo no Rio Grande do Sul em 2019. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), as imunizações serão distribuídas a partir do dia 10 de abril. Na primeira etapa, que se estenderá até o dia 18, somente crianças – maiores de seis meses e menores de seis anos de idade – e gestantes serão imunizadas. Já a partir do dia 22, os demais grupos (veja a lista no fim da matéria) poderão procurar as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da região. Ao todo, mais de 3,7 milhões de pessoas estão aptas a receber a vacina no Rio Grande do Sul neste ano. A meta da SES é de que pelo menos 90% delas sejam imunizadas.

Conforme o secretário de Saúde de Cachoeirinha, Paulo Eduardo da Silva Abrão, o município está ajustando os últimos detalhes para a Campanha. “Em princípio, estamos esquematizados com o mesmo padrão adotado no ano passado. Porém, como o público-alvo tende a aumentar neste ano, teremos uma reunião na próxima sexta-feira para definir algumas questões que ainda não podemos divulgar”, disse o secretário. Segundo ele, algumas das UBSs do município não oferecerão a imunização, pois “estão com as salas de vacina sendo reformadas”. Entretanto, o secretário disse que “logo será passada a relação das Unidades Básicas participantes”. A reportagem não conseguiu contato com a Secretaria de Saúde de Gravataí.

Crianças e gestantes com baixa procura em 2018

Conforme a SES, as crianças e as gestantes serão priorizadas neste ano devido à baixa procura por imunização no ano passado. “Os dois grupos puxaram para baixo a cobertura no Estado em 2018, que fechou em 85% do total de pessoas elegíveis para a campanha. As crianças, que na época eram imunizadas com até 5 anos, tiveram índice de 67%, enquanto que, nas gestantes, o resultado ficou em 72%”, diz o órgão. Segundo dados do Ministério da Saúde, das 52,7 mil pessoas que deveriam tomar a vacina contra a gripe em Gravataí no ano passado, 45,9 mil foram imunizadas – representando uma cobertura vacinal de 87%. Já em Cachoeirinha, 21,2 mil doses foram aplicadas em 2018, contabilizando 83% de cobertura do total de 25,4 mil doses.

A Influenza

De acordo com o Ministério da Saúde, a gripe é uma infecção aguda do sistema respiratório, que começa com febre, dor muscular e tosse seca. Segundo o órgão, ela é ocasionada pelo vírus Influenza e tem um elevado potencial de transmissão. A imunização contra a gripe oferecida na Campanha protege contra três tipos de vírus Influenza: A (H1N1), A (H3N2) e B. Conforme a SES, “a vacina é produzida com vírus mortos, o que isola o risco de causar a infecção”.

Grupos que podem receber a vacina a partir de 22 de abril *

– Puérperas (mulheres até 45 dias após o parto)

– Pessoas com 60 anos ou mais

– Povos indígenas aldeados

– Trabalhadores de saúde dos serviços públicos e privados

– População privada de liberdade e funcionários do sistema prisional

– Professores de escolas públicas e privadas

– Portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (doenças crônicas respiratórias, cardíacas, renais, neurológicas ou hepática; diabetes; imunossupressão; obesidade; transplantados ou pessoas com trissomias)

* Fonte: SES




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *