Região terá 56 escolas participando da Olimpíada Brasileira de Matemática | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Região terá 56 escolas participando da Olimpíada Brasileira de Matemática

Região terá 56 escolas participando da Olimpíada Brasileira de Matemática

Instituições de ensino de Gravataí e Cachoeirinha tiveram até o último dia 5 para realizar as inscrições. Escola Estadual Morada do Vale I, de Gravataí, está entre as participantes da 14ª edição. | Foto: JG

Após o período final de inscrições para a 14ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), encerrado no último dia 5, 44 escolas municipais, estaduais e privadas de Gravataí e 12 de Cachoeirinha estão inscritas para a competição. De acordo com o calendário da Obmep para 2018, as provas da primeira fase serão realizadas no dia 5 de junho, nas próprias escolas inscritas no certame. O tema desta edição é a espiral logarítimica.

A Escola Estadual de Ensino Médio Morada do Vale I, de Gravataí, está entre as participantes da 14ª edição da Olimpíada e terá representantes nos três níveis da disputa. “Nossa escola incentiva todos os alunos a participar dessa competição, cujo objetivo é verificar os talentos na área da matemática. A gente procura sempre, dentro do contexto de sala de aula, trazer questões da Olímpiada para os alunos. Isso, de certa forma, já vai preparando eles para o certame”, disse o professor de matemática Darlon dos Santos Rosa, responsável por realizar as inscrições da Obmep na escola. De acordo com ele, todos os cerca de 1,2 mil alunos da instituição foram inscritos na Obmep e realizarão a prova da primeira fase.

WhatsApp Image 2018-04-12 at 17.33.39

Atualmente, Escola Estadual Morada do Vale I tem cerca de 1,2 mil alunos

A organização da Olimpíada ainda não divulgou o número total de participantes em 2018. No ano passado, 18,2 milhões de alunos de 53,2 mil escolas brasileiras participaram da competição. Na oportunidade, a Escola Estadual de Ensino Fundamental Antônio José de Alencastro e a Escola Municipal de Ensino Fundamental Cincinato Jardim do Vale, ambas de Gravataí, tiveram alunos agraciados com a medalha de bronze pelo desempenho na competição.

Diretora ressalta a importância do raciocínio lógico

A diretora do colégio Morada do Vale I, Simone Garcia Torquato, observa que a prova aplicada na Obmep não é baseada somente em conteúdos. “Eu sempre confiro as provas feitas pelos nossos alunos na Olimpíada. Posso garantir que as questões desenvolvem o raciocínio lógico nos estudantes”, disse. Já o professor Darlon afirma que a avaliação traz muitas questões do dia a dia e de resolução dos problemas do cotidiano. “São conteúdos que fazem parte da vida dos alunos, da realidade deles. A avaliação traz atividades lúdicas, como desenhos e simbologias. A prova tem um lado lúdico aplicado à matemática”, ressaltou.

Próximas etapas

No dia 13 de agosto, os organizadores da Olimpíada divulgarão os classificados para a 2ª fase. Na data, também serão informados os locais de realização das provas da nova etapa. As provas da 2ª fase serão realizadas no dia 15 de setembro, às 14h30. A divulgação dos premiados será feita no dia 21 de novembro.

A Olimpíada

Criada em 2005, a competição tem como público-alvo alunos do 6º ano do Ensino Fundamental até o último ano do Ensino Médio. De acordo com a organização da Obmep, entre os objetivos da prova estão “estimular e promover o estudo da matemática” e “identificar jovens talentos e incentivar seu ingresso em universidades, nas áreas científicas e tecnológicas”. A competição é realizada pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada e conta com recursos do Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *