Preço médio dos materiais escolares sobe, mas fica abaixo da inflação; confira alguns preços encontrados na região | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Preço médio dos materiais escolares sobe, mas fica abaixo da inflação; confira alguns preços encontrados na região

Preço médio dos materiais escolares sobe, mas fica abaixo da inflação; confira alguns preços encontrados na região

O Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgou na semana passada a variação média de preços dos itens do material e do transporte escolar. O levantamento, que levou em conta os dados de fevereiro de 2017 a janeiro deste ano, apontou um aumento médio de 1,60% em relação ao ano passado, ficando abaixo da inflação geral do mesmo período, que ficou em 3,05%.

Segundo a FGV, a cesta de material escolar, que possui itens como caderno, borracha, apontador, lápis e caneta, subiu 2,01% no período. Ainda de acordo com a Fundação, os livros não didáticos registraram queda de -1,65%, enquanto que os livros de literatura tiveram em média -0,07% de decréscimo nos preços. Entretanto, na contramão de outros itens, o transporte escolar registrou aumento de 6,02%.

Para o economista André Braz, responsável pela pesquisa, os dados são positivos, mas exigem uma maior atenção com os gastos, sobretudo no período de férias. “Os pais precisarão se planejar e economizar para essas compras, já que há em janeiro grande concentração de despesas que reduzem o orçamento familiar”, ponderou.

“Preços acessíveis”, diz cliente

Professora Bárbara Aguiar já comprou o material escolar de sua filha, que irá cursar o 5° ano do ensino fundamental. | Foto: JG

A professora Bárbara Aguiar, de 30 anos, foi até uma livraria localizada no bairro Morada do Vale I para comprar os materiais escolares de sua filha Marina, de 10 anos, que irá cursar o 5° ano do ensino fundamental. “Os preços estão muito acessíveis. Pelo o que pude perceber, não tiveram um aumento significativo. Como sou professora e mãe, estou aproveitando e comprando materiais para minha filha e para alguns de meus alunos”, contou.

Alta procura

A empresária Gorete Pisoni, de 54 anos, que é dona de uma livraria em Gravataí, afirmou que muitas pessoas já estão comprando materiais escolares para o ano letivo. “Esse é o período do ano em que nós mais faturamos. Estamos com bons preços, fazendo muitas promoções para atrair os clientes. Além disso, preparamos um feirão apenas com materiais escolares, com preços especiais”, disse.

Já a comerciante Tamires Pergher, de 23 anos, lembra que os pagamentos à vista são uma boa opção para quem deseja economizar na hora das compras. “Pagando em dinheiro, o cliente adquire a mercadoria com 7% de desconto”, informou.

Em pesquisa, item tem variação de preço de mais de 52%

Em um levantamento de preço de materiais escolares realizado pela reportagem do Jornal de Gravataí (JG), um item apresentou diferença de 52,62% entre um local de venda e outro. Enquanto o caderno de 96 folhas é vendido a R$ 9,90 na Livraria Gôri’s, o mesmo item foi encontrado por R$ 4,69 na Casa do Papel. Confira, abaixo, a pesquisa realizada pelo JG.

material_escolar

Confira dicas do economista André Braz para as compras de material escolar:

– Realize as compras em conjunto com outros pais. Compras em quantidade ganham descontos.

– Verifique o material escolar que sobrou do ano anterior. Compre apenas o que não puder ser reaproveitado. Crianças precisam de exemplos contra desperdícios.

– Não deixe seus filhos serem influenciados pela publicidade. Eles são convidados a querer sempre produtos que tenham imagens de personagens, o que sobe consideravelmente o preço desses produtos. Proponha customizar os cadernos colando figuras, fotos ou mesmo desenhando.

– Pesquise o preço na internet e em outras papelarias e supermercados. Pesquisar os preços antes da compra é o primeiro passo para economizar.

– Pesquise o material em lojas na internet, mas verifique o prazo para entrega. Nessas lojas é possível economizar bastante.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *