Em um mês, preço médio da gasolina ao consumidor cai R$ 0,20 em Gravataí | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Em um mês, preço médio da gasolina ao consumidor cai R$ 0,20 em Gravataí

Em um mês, preço médio da gasolina ao consumidor cai R$ 0,20 em Gravataí

Dados constam no sistema de levantamento de preços da ANP. Nesta semana, Petrobras anunciou redução de R$ 0,07 no valor da gasolina. | Foto: Rodrigo Cassol

As últimas quatro pesquisas semanais de levantamento de preços realizadas pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) indicaram uma queda de R$ 0,20 no preço médio da gasolina vendida ao consumidor em Gravataí. De acordo com os dados, o valor passou de R$ 4,62, no dia 9 de junho, para R$ 4,42, no dia 6 de julho. Durante o levantamento, 12 postos de combustíveis da cidade foram visitados.

O motoboy Bruno Barros, de 25 anos, disse nesta quarta-feira que percebeu uma queda no preço dos combustíveis nos últimos dias. “Espero que o valor da gasolina siga diminuindo, pois eu trabalho com tele-entregas”, contou o profissional, que gasta, em média, R$ 80 por semana abastecendo sua motocicleta.

Já em Cachoeirinha, onde a pesquisa visitou nove estabelecimentos, a redução chegou a R$ 0,25. No levantamento do dia 9 do mês passado, o combustível estava custando R$ 4,68, enquanto que, no último dia 6, o valor médio foi de R$ 4,43. O vigilante Daniel Graciano, de 34 anos, disse que está sempre ligado nas variações de preço. “Já encontrei uma diferença de R$ 0,12 entre postos diferentes”, lembrou.

No início desta semana, a Petrobras anunciou uma redução de R$ 0,07 no preço do litro da gasolina e de R$ 0,08 no litro do diesel. Os valores, segundo a Agência Brasil, são referentes aos preços médios dos combustíveis vendidos pelas refinarias aos distribuidores, e entraram em vigor a partir da meia-noite da última terça-feira.

“É pura concorrência”, diz Sulpetro sobre queda nos preços

Para o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis do RS (Sulpetro), a explicação para a diminuição no valor dos combustíveis é a disputa entre os próprios postos. “É pura concorrência, pois as vendas nos estabelecimentos estão muito baixas. Os postos de combustíveis estão tentando sobreviver com as reduzidas e já baixíssimas margens de lucro”, diz nota da entidade enviada à redação.

Ainda de acordo com o Sulpetro, o mercado é “extremamente competitivo”, cabendo a cada revendedor definir suas políticas de preços com base em suas condições de compra junto às distribuidoras. “O efeito gangorra de preços deve ocorrer frequentemente. Como os valores são livres, cada um deve saber sua realidade e buscar sobreviver de forma digna no setor”, finaliza a entidade.

Segundo estimativa do próprio Sulpetro, 120 postos encerraram suas atividades no Estado em 2018. Ao todo, o RS possui atualmente cerca de 2,7 mil estabelecimentos.

Variação de preço nos postos da região

WhatsApp Image 2019-07-10 at 17.51.03

Posto de combustível vendia o litro da gasolina comum a R$ 4,15 na tarde desta quarta.

Na tarde desta quarta, a reportagem do Jornal de Gravataí visitou seis postos de combustíveis localizados entre os municípios de Gravataí e Cachoeirinha. O menor preço encontrado para o litro da gasolina comum foi de R$ 4,15, em um estabelecimento localizado na Parada 63 da Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira. Já o maior valor observado foi de R$ 4,49, na Parada 59 da Avenida Flores da Cunha. Para João Thiesen, proprietário do local, há uma guerra de preços entre os estabelecimentos. “Procuro manter um preço justo. Se eu colocar um valor muito baixo para o combustível, corro o risco de quebrar o meu negócio”, contou. Os demais preços encontrados foram R$ 4,39, R$ 4,29, R$ 4,19 e R$ 4,18.

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *