Petrobras reajusta preço do gás para uso industrial e comercial em mais de 7% | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Petrobras reajusta preço do gás para uso industrial e comercial em mais de 7%

Petrobras reajusta preço do gás para uso industrial e comercial em mais de 7%

Contudo, a estatal não anunciou aumento para o preço do botijão de até 13 quilos, de uso residencial. | Foto: Pedro Ventura/ Agência Brasília

A Petrobras anunciou um reajuste de mais de 7%, em média, para o preço do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) de uso industrial e comercial às distribuidoras do país. A medida já está valendo desde as primeiras horas desta terça-feira. A Petrobras não informou sobre aumento de preço para o GLP residencial, de até 13 quilos. “Temos como base o valor de paridade formado pelas cotações internacionais mais os custos de transporte e taxas portuárias”, diz a estatal. O aumento do GLP será entre 5,8% e 8,6%, dependendo do polo de suprimento.

De acordo com a companhia, a paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos. “Além disso, o preço médio considera uma margem que cobre os riscos, como volatilidade do câmbio e dos preços”, diz a empresa.


Os preços do botijão de 13 kg na região

Conforme levantamento feito pela reportagem do Jornal de Gravataí com dez distribuidoras de gás da região, o menor preço encontrado para o botijão de 13 quilos foi de R$ 62 e o maior foi de R$ 72. Confira, abaixo, os demais valores encontrados em Gravataí e Cachoeirinha:


Gravataí

Comercial Dimer  – R$ 72

Comércio de Gás Nazario – R$ 72

JLP Disribuidora – R$ 72

Sulgás Comércio de Gás – R$ 68

Posto de Gás Silva – R$ 62


Cachoeirinha

Comercial San Izidoro – R$ 70

Pascoal Gás – R$ 69

Marcelo Gás – R$ 68

Amigão Gás – R$ 65

Comercial Rondon – R$ 65

Composição do preço

De acordo com a Petrobras, a composição dos preços do GLP de até 13 quilos é feita, atualmente, da seguinte forma: realização da Petrobras (33%), impostos (18%) e distribuição e revenda (49%).




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *