Gravataí e Cachoeirinha | Mais de 291 mil eleitores estão aptos a votar neste domingo | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Gravataí e Cachoeirinha | Mais de 291 mil eleitores estão aptos a votar neste domingo

Gravataí e Cachoeirinha | Mais de 291 mil eleitores estão aptos a votar neste domingo

No total, 147,3 milhões de brasileiros escolherão os representantes do país. Confira, abaixo, um guia sobre a votação do final de semana. | Foto: EBC

No próximo domingo, dia 7 de outubro, 189.422 cidadãos de Gravataí e 102.562 eleitores de Cachoeirinha deverão ir às urnas entre 8h e 17h para escolher seus representantes pelos próximos quatro anos. Ao todo, 147,3 milhões de eleitores estão aptos a votar no Brasil e no exterior. Deste total, 77,3 milhões são mulheres, representando 52,5% do eleitorado, e 69,2 milhões são homens, contabilizando 47,5%. Do total de eleitores, 500,7 mil votarão fora do país. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Para consultar o local de votação, o eleitor pode ir ao site do TSE. Na parte inicial, na seção ‘Local de votação’, basta inserir nome ou título de eleitor, data de nascimento e nome da mãe para saber a zona e a seção de votação. No dia do pleito, o eleitor deve levar consigo um documento oficial com foto. Para os brasileiros analfabetos e para aqueles com idade entre 16 e 18 anos ou maiores de 70 anos, o voto é facultativo.

Para o músico Ricardo Isquierdo, de 40 anos, as eleições de domingo representam o sucesso da democracia. “O pleito é fundamental. Nós lutamos tanto para que esse sistema fosse implantado, e agora temos que aproveitar, fazendo valer o nosso voto”, disse o morador de Cachoeirinha. Já para a gravataiense Bruna Lenz, de 24 anos, a votação representa a chance de melhorar a vida das pessoas. “É uma ótima oportunidade para mudar o que julgamos estar errado”, lembrou.

De acordo com a chefe da Zona Eleitoral 173, de Gravataí, Márcia Lahude, a expectativa é de que as eleições ocorram de forma tranquila em Gravataí. “Estamos confiantes que tudo vai dar certo. Os partidos já foram orientados sobre os crimes eleitorais e a segurança nas escolas já está alinhada com a Brigada Militar”, informou. Já o chefe da Zona Eleitoral 143, de Cachoeirinha, Carlos Marcelo da Silveira, afirmou que, ao longo dos anos, as eleições no município têm ocorrido sem grandes problemas. “Os eleitores de Cachoeirinha são pessoas tranquilas, que exercem a cidadania de maneira calma e ordeira. Como ocorre em todo o país, sempre são registrados casos de boca de urna, mas são situações pontuais”, contou.

O mesário Vitor Luis Manghi, que atua como presidente de mesa na Escola Municipal de Ensino Fundamental Presidente Getúlio Vargas, no bairro Morada do Vale I, em Gravataí, ressaltou a importância da democracia. “Torço para que as pessoas façam boas escolhas. A quem for derrotado, espero que saiba aceitar o resultado das urnas. O bom da democracia é que ela nos dá a oportunidade de, daqui a quatros anos, escolhermos novos representantes”, disse ele, que já atua como mesário há alguns anos. Na Aldeia, 1.187 mesários trabalharão nestas eleições. Em Cachoeirinha, o número de voluntários é de 1.171.

Confira mais informações sobre as eleições deste domingo

Ordem de votação

Neste domingo, os brasileiros terão que votar em seis candidatos para os cinco cargos em disputa nestas eleições. Pela ordem, os eleitores votarão em um deputado federal, um deputado estadual ou distrital (no caso do Distrito Federal), dois senadores, um governador e um presidente da República. Em relação ao cargo de Senador, se o mesmo número for digitado nas duas vezes, o segundo voto será anulado.

Ao digitar o número de cada candidato, a foto do político aparecerá na urna eletrônica. Se o voto estiver correto, o eleitor deverá apertar a tecla Confirma. Caso ocorra algum erro, o eleitor pode apertar a tecla Corrige, e recomeçar o processo. Depois de concluída a etapa de votação, a palavra ‘FIM’ aparecerá na tela, e a urna emitirá um sinal sonoro – concluindo a votação.

Voto legenda

O voto em legenda pode ser dado ao partido somente no sistema proporcional – para os cargos de deputado federal e deputado estadual. Se o eleitor desejar votar apenas em um determinado partido, sem especificar qual dos candidatos da legenda ele busca eleger, basta digitar os dois números que identificam a agremiação escolhida e apertar a tecla Confirma.

Manifestações proibidas

Recrutar eleitores ou fazer propaganda de boca de urna no dia da votação é crime. A regra está prevista no parágrafo 5º do artigo 39 da Lei das Eleições, e estabelece como punição a detenção de seis meses a um ano, com a alternativa de prestação de serviços à comunidade pelo mesmo período, além de multa.

Também constituem crimes, no dia da eleição, o uso de alto-falantes e amplificadores de som ou a promoção de comício ou carreata, bem como a divulgação de qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos. O eleitor que for flagrado praticando tais crimes receberá as mesmas punições.

Também é proibido, até o término do horário de votação, qualquer ato que caracterize manifestação coletiva, com ou sem utilização de veículos. A aglomeração de pessoas portando vestuário padronizado também não é permitida.

Manifestações permitidas

A legislação eleitoral permite a manifestação individual e silenciosa da preferência do eleitor por partido político, coligação ou candidato, revelada exclusivamente através do uso de bandeiras, broches e adesivos.

Acessibilidade

Em todo o país, mais de 45,6 mil seções eleitorais serão adaptadas para receber os 940,6 mil eleitores com deficiência nestas eleições. Para auxiliar os eleitores com deficiência visual, todas as urnas eletrônicas possuem a identificação da tecla número cinco nos teclados, e os tribunais eleitorais disponibilizam fones de ouvido nas seções eleitorais especiais e naquelas onde houver solicitação específica, para que o eleitor com deficiência visual receba sinais sonoros com indicação do número escolhido.

Acompanhamento dos votos

Para acompanhar a apuração, a Justiça Eleitoral disponibiliza o aplicativo para celular ‘Resultados’. Com a ferramenta, é possível acompanhar a contagem de votos de todo o Brasil e visualizá-la a partir de consulta nominal, que apresenta o quantitativo de votos totalizados para cada candidato. O app traz, ainda, a indicação dos candidatos eleitos ou dos que foram para o segundo turno. O aplicativo está disponível na versão para Android e para IOS e pode ser baixado nas lojas virtuais Apple Store e Google Play.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *