Feiras do Peixe da região esperam comercializar mais de 30 toneladas de pescados | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Feiras do Peixe da região esperam comercializar mais de 30 toneladas de pescados

Feiras do Peixe da região esperam comercializar mais de 30 toneladas de pescados

Em Cachoeirinha, evento foi aberto nesta terça. Amanhã será a vez de Gravataí | Fotos: Rodrigo Cassol/JG

Tradicionais nesta época do ano, as Feiras do Peixe costumam atrair diversas pessoas às vésperas do feriado de Páscoa. Na região, o pontapé inicial das atividades envolvendo a comercialização dos pescados foi dado nesta terça-feira, com a abertura da 19ª Feira do Peixe de Cachoeirinha, que está sendo realizada no Parcão. De acordo com o secretário de Sustentabilidade, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Francisco Belarmino Dias Major, a expectativa é de que mais de dez mil quilos de peixe sejam comercializados durante o evento. “No ano passado, foram vendidas cerca de dez toneladas. Para este ano, queremos superar esta marca, talvez chegando a doze mil quilos”, projetou o secretário.

WhatsApp Image 2019-04-16 at 17.53.30

Prefeitura espera receber cerca de cinco mil pessoas até a próxima sexta.

De acordo com a projeção da prefeitura, a expectativa é de que cerca de cinco mil pessoas visitem a Feira até a próxima sexta. “Estamos contando com o público e torcendo para que o tempo ajude. Um bom evento é importante para movimentar o comércio local”, disse Francisco, que afirmou não ter uma projeção dos valores que a Feira irá movimentar.

Já no primeiro dia de evento, a professora Adélia Rodrigues garantiu o almoço da próxima sexta-feira. “Comprei filé de viola e traíra. Comer peixe na Semana Santa é uma tradição para mim”, contou Adélia, que avaliou os preços da Feira como “dentro da média”.

O vendedor Jonatan da Silva, de 30 anos, disse que os peixes mais vendidos em seu estande são o filé de anjo (R$ 29,90 kg) e a tainha (R$ 17,90 kg). “O primeiro não tem espinho, enquanto que o segundo é fácil de assar e rechear”, explicou o expositor. Segundo ele, a expectativa é de que as vendas sejam semelhantes ao ano passado. “Ficaram dentro da média, e esperamos repeti-las”, contou.

Até a próxima quinta, a Feira do Peixe de Cachoeirinha ocorrerá das 8h às 22h. Já na sexta, o evento será realizado das 8h às 14h. Além da venda de peixes nas bancas, a Feira conta com comercialização de peixes vivos. Há, também, a venda de produtos coloniais e de hortifrútis.

Amanhã é dia de Feira em Gravataí

a

Assim como no ano passado, evento será realizado em três locais. | Foto: Rodrigo Cassol/Arquivo/JG

Na Aldeia, a 23ª edição da Feira do Peixe começa nesta quarta-feira. Assim como no ano passado, o evento será realizado em três frentes: na Rua Aldrovando Leão, no bairro Morada do Vale I, na Rua Aristides D’Ávila, no bairro Parque dos Anjos, e no Parcão, na região central da cidade. Conforme o secretário de Agricultura e Abastecimento de Gravataí, Denner Gelinger, a expectativa é de que os vendedores comercializem mais de 24 toneladas de pescados. “No ano passado, foram vendidas cerca de 12 toneladas de peixes cultivados no mar e outras 12 de peixes de água doce. Para este ano, queremos superar estes números”, contou Denner.

De acordo com o secretário, não há como fazer uma projeção em números da participação do público. “Isso é bem relativo. A Feira movimenta muita gente. O que posso dizer é que na quinta-feira, tradicionalmente, temos o maior público. Mas também há as pessoas que deixam para fazer as compras na última hora. De um modo geral, esperamos que as pessoas se sintam acolhidas e que o tempo não atrapalhe as vendas”, finalizou. Até quinta, a Feira do Peixe de Gravataí será realizada das 9h às 20h. Na sexta, o evento ocorre das 9h às 13h.

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *