Dia D da Campanha de Vacinação contra a Influenza ocorre neste sábado | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Dia D da Campanha de Vacinação contra a Influenza ocorre neste sábado

Dia D da Campanha de Vacinação contra a Influenza ocorre neste sábado
Em Gravataí e Cachoeirinha, 42 locais de vacinação atenderão as pessoas que integram o público-alvo da campanha. | Foto: Secretaria Estadual de Saúde 

Neste sábado, os municípios de Gravataí e Cachoeirinha participarão do Dia D da Campanha de Vacinação contra a Influenza. Na Aldeia, 27 unidades de saúde oferecerão doses da vacina contra a gripe das 8h às 17h. Em Cachoeirinha, entre 8h e 16h, 6 unidades de Estratégia de Saúde da Família (ESF) e 8 Unidades Básicas de Saúde (UBS) estarão abertas para atender a população, além do Centro de Saúde do Idoso.

A imunização contra a Influenza tem como público-alvo crianças entre 6 meses e menores de 5 anos de idade, idosos com 60 anos ou mais, gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto) e portadores de doenças crônicas não transmissíveis, além de alguns grupos específicos, como trabalhadores da saúde, professores, indígenas, pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, essas pessoas possuem mais chances de desenvolver quadros graves de gripe Influenza.

Durante toda a campanha, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Gravataí espera imunizar, pelo menos, 90% das cerca de 53 mil pessoas integrantes do grupo prioritário do município. Em Cachoeirinha, o órgão de saúde local projeta vacinar, ao todo, cerca de 18 mil pessoas.

Para receber a dose, a SMS de Gravataí informa que é preciso levar, além da carteira de vacinação, um documento de identidade, um comprovante de residência e, no caso de portadores de doenças crônicas, um atestado médico indicando a enfermidade.

Prevenção contra três tipos de gripe

Segundo o Infectologista Guilherme Domingues, médico do Hospital Universitário de Canoas, a vacinação é para proteger contra os três tipos de gripe provocados pelo vírus Influenza: A (H1N1), A (H3N2) e B da linhagem Victória.  “É importante que quem esteja nos grupos de risco faça a vacinação. Além da imunização contra a gripe, a vacina previne também as complicações que possam surgir, como uma internação hospitalar ou um avanço para pneumonia”, explica Domingues.

Reação adversa

De acordo com o Ministério da Saúde, após a aplicação da vacina, podem ocorrer, de forma rara, dor, vermelhidão e endurecimento no local da injeção. “São manifestações consideradas benignas, cujos efeitos costumam passar em 48 horas. A vacina é contraindicada para pessoas com história de reação anafilática prévia em doses anteriores ou para pessoas que tenham alergia grave relacionada a ovo de galinha e seus derivados. É importante procurar o médico para mais orientações”, diz o órgão através de nota.

Casos de gripe no Brasil

Até o último dia 5 de maio, foram registrados cerca de mil casos de Influenza em todo o país, com 158 óbitos. Deste total, 597 casos e 99 óbitos foram por H1N1. Em relação ao vírus H3N2, foram registrados 208 casos e 30 óbitos. Foram registrados, ainda, 112 casos e 13 óbitos por influenza B. Os outros 88 casos e 15 óbitos foram por influenza A não subtipado. As informações foram divulgadas pelo Ministério da Saúde.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *