Cruzeiro fará inauguração de seu estádio durante a Divisão de Acesso do Campeonato Gaúcho | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Cruzeiro fará inauguração de seu estádio durante a Divisão de Acesso do Campeonato Gaúcho

Cruzeiro fará inauguração de seu estádio durante a Divisão de Acesso do Campeonato Gaúcho

Jogo contra o Inter-SM no próximo dia 17, que poderia marcar a estreia do estádio, teve o mando de campo invertido nesta quarta-feira. Próximo jogo como mandante está marcado para o dia 24 de fevereiro. | Fotos: Rodrigo Cassol

A nova arena do Esporte Clube Cruzeiro será inaugurada durante a disputa da Divisão de Acesso do Campeonato Gaúcho deste ano, que começa para o clube de Cachoeirinha na próxima semana. O que ainda não está definido, entretanto, é a data oficial da abertura do estádio cruzeirista, que em um primeiro momento terá a liberação de apenas 6 mil lugares (ao todo, o estádio terá capacidade para 16 mil pessoas). A expectativa do vice-presidente do clube Cleverson Fraga era inaugurar o estádio no próximo dia 17, contra o Inter de Santa Maria. Porém, a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) inverteu o mando de campo da partida, que agora será disputada em Santa Maria no próximo dia 16.

A troca no mando de campo já era prevista pela Diretoria do Cruzeiro – como uma alternativa caso a liberação do estádio não ocorresse a tempo de enfrentar o Inter-SM em casa.  “O presidente da Federação nos deu uma expectativa de adiar o nosso jogo contra o Inter-SM ou, até mesmo, inverter o mando de campo, passando a partida para a cidade de Santa Maria. Dessa forma, ganharíamos, no mínimo, uma semana, o que já nos ajudaria muito”, disse o vice-presidente na última sexta-feira. Com isso, a inauguração da nova arena deverá acontecer nas rodadas seguintes da competição. O próximo compromisso do Cruzeiro como mandante na Divisão de Acesso está marcado para o dia 24 de fevereiro, contra o São Paulo de Rio Grande.

Apesar de estar próxima de sua inauguração, a Arena Cruzeiro, como será chamada nos primeiros meses, ainda não estará totalmente pronta – o que deverá ocorrer apenas em uma segunda etapa, com a liberação total das arquibancadas, com a conclusão do entorno do estádio e com a instalação completa do sistema de iluminação. O estádio está localizado na Avenida Ary Rosa dos Santos, no bairro Granja Esperança, em Cachoeirinha. 

Dificuldades financeiras atrasaram a obra 

De acordo com Fraga, a falta de recursos fez com que a construção do estádio, que teve a pedra fundamental lançada em 2012, tivesse uma demora tão grande. “Os clubes têm muitas dificuldades financeiras. Se pegarmos a dupla Gre-Nal, o Grêmio inaugurou parcialmente o Estádio Olímpico em 1954 e finalizou a obra apenas em 1980. Com o Beira-Rio, a situação foi semelhante” justificou. Segundo ele, o time de Cachoeirinha precisa de um maior apelo popular. “Nosso quadro social é reduzido, com cerca de 150 sócios. Além disso, os clubes dependem da verba da televisão – que a gente não sabe se continuará sendo liberada. O futebol se tornou um esporte caro”, lamentou o dirigente.  

Estrutura 

WhatsApp Image 2019-02-03 at 15.48.37

Estádio terá capacidade para receber 16 mil torcedores.

Com capacidade total para receber 16 mil torcedores, a Arena Cruzeiro conta com dois vestiários principais para as equipes, que possuem cerca de 100 metros quadrados – incluindo uma área para aquecimento dos times. O gramado, segundo o clube, está recebendo os devidos reparos e será “um dos melhores do Estado”. Além disso, o novo estádio contará com outros três vestiários (um deles para a arbitragem), refeitório, sala de leitura, alojamento para os atletas e oito cabines de imprensa – sendo seis delas para equipes de rádio e duas para os profissionais de televisão. Já o estacionamento terá capacidade para 500 carros.  

Construída apenas com recursos próprios, a Arena Cruzeiro custou, até o momento, cerca de R$ 12 milhões. “O Cruzeiro tinha o estádio Estrelãoem Porto Alegre, que foi vendido a uma construtora.  Com o dinheiro, pagamos algumas dívidas trabalhistas e investimos o restante nesta obra”, explicou Fraga. Para que o estádio esteja apto a ser liberado nesta “primeira etapa”, ainda falta a conclusão dos banheiros e das cabines de imprensa. Atualmente, a Diretoria do Cruzeiro estima que 85% dos trabalhos do novo estádio estejam concluídos.  

“Hoje em dia, ter um estádio próprio é uma necessidade muito grande. A gente vê grandes times como Flamengo, Atlético Mineiro e Cruzeiro-MG sem estádios, e vê que o nosso clube dará um grande salto, tendo um dos cinco estádios mais completos do RS”, projetou o vice-presidente. Além da nova arena, o Cruzeiro possui sete terrenos no entorno do estádio, que, segundo o clube, estão avaliados em R$ 2,5 milhões. Para a conclusão total da Arena Cruzeiro, a Diretoria cruzeirista estima que sejam necessários mais R$ 2 milhões.  

Ideia é comercializar o nome do estádio 

De acordo com o vice-presidente Fraga, a Diretoria do clube tentará comercializar os Naming Rights (ou direitos sobre o nome) do novo estádio. “Estamos vivendo um momento complicado na economia do Brasil, e por isso essa ideia. Porém, inicialmente vamos chamar a nossa casa de Arena Cruzeiro”, contou o dirigente. Segundo ele, uma homenagem ao médico e escritor Moacyr Scliar, ilustre torcedor do Cruzeiro, e à excursão do clube à Europa, sendo o primeiro clube do RS a alcançar tal façanha, não está descartada. O assunto, entretanto, deverá passar pelo Conselho Deliberativo do clube. 

Futebol 

Dentro de campo, a equipe do técnico Claiton dos Santos terá um grande desafio pela frente: conseguir o acesso à primeira divisão do Campeonato Gaúcho de 2020. Para isso, o estrelado terá que ficar entre as duas melhores equipes da Divisão de Acesso deste ano. “Claro que o acesso é sempre o objetivo. Porém, nossa expectativa é fazer um bom campeonato e, pelo menos, ficar entre as quatro melhores equipes da competição”, projetou Fraga.  

Posicionado no grupo A da competição, o Cruzeiro terá pela frente sete adversários, em jogos de ida e volta. Os quatro melhores colocados desta chave avançam às quartas de final da competição – onde se juntarão aos quatro classificados do grupo B. A partir disso, as equipes se enfrentam, em jogos eliminatórios, até que o campeão seja definido.  

Já para o segundo semestre, a ideia do clube é disputar a Copa FGF. Atualmente, o grupo de jogadores do Cruzeiro conta com 24 atletas profissionais e oito jogadores das categorias de base – que, junto com a comissão técnica, formam uma folha salarial de aproximadamente R$ 100 mil por mês. No momento, a equipe tem treinado no campo do Palmeiras, em Gravataí. Nos últimos anos, o clube mandou seus jogos em cidades como Porto Alegre, Canoas e Igrejinha, além de Gravataí. 




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *