Corsan se manifesta sobre “sabor da água” na região | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

Corsan se manifesta sobre “sabor da água” na região

Corsan se manifesta sobre “sabor da água” na região

Em nota, Companhia afirma que as mudanças se devem à proliferação de algas no lago Guaíba. | Foto: Corsan/ Reprodução

A Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) divulgou um comunicado nesta terça-feira em que explica o porquê de moradores de Gravataí, Cachoeirinha e Canoas estarem sentindo odor e sabor de terra na água. Em nota, a Companhia afirma que as mudanças se devem à proliferação de algas no lago Guaíba. Para minimizar esses efeitos, a Companhia informa que já tomou as providências cabíveis, “com maior dosagem de carvão ativado à água na estação de tratamento”. Ainda de acordo com a Corsan, “a proliferação das algas deveu-se à combinação da incidência de sol, ao calor, à presença de nutrientes e ao movimento mais lento da água no manancial”.

Estiagem contribuiu para situação da água

Ainda segundo o comunicado, a captação da água bruta servida a bairros de Gravataí, Cachoeirinha e Canoas é realizada no Arroio das Garças, localizado em Canoas. “Com a estiagem da última semana, o nível do arroio diminuiu, fazendo com que a água do Guaíba entrasse no leito do arroio, misturando as águas. A perspectiva é que, com as chuvas dos últimos dias, o sabor e o odor de terra desapareçam gradativamente”, diz o texto.

Moradores insatisfeitos

Através do Facebook, diversos moradores da região têm manifestado sua indignação com a situação. “Esta água está horrível. Não dá para beber. Estou comprando”, disse Silvia Avila. “É uma vergonha. Nem consegui comer, porque estava com o gosto. Nem o filtro adianta mais”, relatou Laine Feldkirker. Já a moradora Angélica Oliveira postou que “a água não está com gosto nenhum. Não sei se é em todos os bairros que a água está horrível”, contou.




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *