CCR assume oficialmente a Freeway | 2M Notícias

Edições Online

Capa Gravataí Capa Cachoeirinha Capa Sto Antonio

CCR assume oficialmente a Freeway

CCR assume oficialmente a Freeway

Cobrança de R$ 4,40 no pedágio de Gravataí, nos dois sentidos da rodovia, começou nesta sexta-feira. | Fotos: Rodrigo Cassol

Começou oficialmente nesta sexta-feira a administração da concessionária CCR ViaSul na BR-290, a Freeway, e em outras três BRs do Estado – em trecho nomeado como Rodovia de Integração do Sul (RIS). Desde o primeiro minuto do dia, quem passar pelos pedágios de Gravataí e de Santo Antônio da Patrulha deverá desembolsar, respectivamente, R$ 4,40 (nos dois sentidos) e R$ 8,80 (apenas no sentido Capital-Litoral). Com a nova administração, os usuários da Freeway voltarão a contar com serviços de atendimento médico e mecânico. Além disso, as quatro BRs receberão trabalhos de recuperação de pavimento, revitalização de sinalização e serviços de conservação das rodovias. Desde o final do contrato de concessão firmado com a Concepa, em julho do ano passado, estes reparos vinham sendo feitos na Freeway de forma emergencial pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT).

WhatsApp Image 2019-02-14 at 18.39.42

Lisiane utiliza a Freeway para ir ao Litoral.

Para a educadora física Lisiane Fell, moradora de Montenegro, a cobrança no pedágio será bem-vinda caso haja benefícios aos motoristas. “Se for para ser cobrado, espero que melhorias realmente sejam feitas, para o bem dos usuários”, disse ela, que utiliza a Freeway para se deslocar ao Litoral gaúcho. A mesma opinião de Lisiane é compartilhada por Alfeu Valério Iamin, que é leiloeiro oficial do Estado. Para ele, a volta da prestação de serviços é uma boa notícia. “Prefiro pagar a tarifa e ter uma rodovia que disponibiliza serviços aos usuários, como socorro médico e mecânico”, relatou. Alfeu, que mora em Canoas, utiliza a Freeway todos os dias por causa de seu trabalho.

Questionada sobre o cronograma de trabalho a ser executado na rodovia, a concessionária disse que, a partir desta sexta-feira, as equipes de conserva iniciam, em todas as rodovias sob a responsabilidade da CCR, os serviços de limpeza geral. Já na segunda-feira, serão iniciados os trabalhos de recuperação do pavimento. Os trabalhadores estarão divididos em três frentes de trabalho. Na região, os serviços estarão concentrados nos pedágios de Gravataí e de Santo Antônio da Patrulha. Ao todo, aproximadamente 700 colaboradores vão atuar nas quatro BRs que formam a RIS – sendo 300 envolvidos na operação e 400 nas frentes de trabalho de conservação.

Gravataí perdeu R$ 2 milhões com o “fim” do pedágio

De acordo com números da Secretaria da Fazenda de Gravataí, o município deixou de arrecadar cerca de R$ 2 milhões em Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) após o final da cobrança do pedágio, que ocorreu em julho do ano passado. “A Concepa era a maior geradora de ISSQN para o município. Essa situação certamente irá se repetir com a CCR”, disse o secretário da pasta, Davi Keller Severgnini.

Segundo ele, a expectativa é de que a cobrança no local gere cerca de R$ 3,6 milhões por ano aos cofres do município. “As obras de manutenção, que serão mais necessárias nestes primeiros meses de concessão, devido à situação da via, também geram ISSQN”, salientou. Entretanto, o secretário lembrou que, após a troca de local da praça de pedágio, menos veículos passarão pelas cancelas, diminuindo a entrada de recursos.

Final de semana deve ser movimentado na rodovia

WhatsApp Image 2019-02-14 at 18.37.56

Cerca de 85 mil veículos devem passar pela Freeway neste final de semana.

De acordo com a CCR, cerca de 85 mil veículos devem utilizar a Freeway neste final de semana para se deslocar em direção ao Litoral. Para esta sexta-feira, a estimativa da concessionária é de que 55 mil veículos passem pela praça de Santo Antônio da Patrulha. Já no sábado, a previsão é de que outros 30 mil veículos façam o mesmo deslocamento. Ainda conforme a CCR, os melhores horários para pegar a estrada são: na sexta, até as 14h e após as 20h, e no sábado, a partir das 12h. Em relação ao retorno, no domingo, a empresa orienta que os motoristas peguem a estrada até as 14h ou após as 22h.

“A fim de tornar mais ágil a passagem pelo pedágio e colaborar com a fluidez na rodovia, a CCR poderá colocar em prática a Operação Papa Fila, que consiste na cobrança antecipada da tarifa”, diz nota da empresa. Além disso, se necessário, o uso do acostamento como faixa adicional, tanto na ida (entre os quilômetros 74 e 59) quanto na volta (entre os quilômetros 1,5 e 26), poderá ser liberado. Entretanto, a concessionária informa que “o usuário deve ficar atento aos alertas piscantes localizados ao longo dos trechos, sinalizando a liberação do acostamento para o trânsito de veículos”.

O contrato

O contrato de concessão, assinado em 11 de janeiro de 2019, tem duração de 30 anos. Durante o período, estão previstos investimentos de R$ 7,8 bilhões em obras e melhorias e de R$ 5,6 bilhões em operação. A praça de pedágio de Gravataí, atualmente no quilômetro 77, será transferida para o quilômetro 60, ficando mais próxima do município de Glorinha. Para que isso ocorra, as obras devem começar no próximo mês de junho – com a cobrança no novo local prevista para ocorrer em agosto de 2020. Além dos 98,1 quilômetros da BR-290, compreendidos entre os municípios de Osório, Santo Antônio da Patrulha, Glorinha, Gravataí, Cachoeirinha e Porto Alegre, fazem parte da RIS as BRs 101, 386 e 448.

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *